Blog

marcas e patentes

Marcas e Patentes: quando você deve registrar?

A sua marca é o registro que identifica a sua empresa perante os clientes, fornecedores e parceiros comerciais.

Podemos dizer que a marca é o seu maior patrimônio. Afinal é ela que faz com que você seja identificado no mercado. E também, com que as pessoas conheçam e respeitem a sua imagem.

Iremos ver mais sobre registro de marcas e patentes e a importância de realizá-los o quanto antes. Vamos lá!

Registro de marca

Marca protegidaQuando o assunto é registrar a marca, as empresas dividem-se entre 2 tipos:

  • Aquelas que não dão importância nenhuma ao registro;
  • Aquelas que dão importância ao registro, mas não sabem qual é a sua relevância.

As empresas que não dão importância ou desconhecem a importância do registro, podem estar agindo de maneira negligente, uma vez que não estão protegendo seu maior bem, que é o nome e a marca da empresa.

Existe uma expressão muito comum e popular no mercado de marcas e patentes que é “marca sem registro é marca sem dono”. Sendo assim, se algo não tem dono, nada impede que outra empresa utilize.

Apenas para efeitos estatísticos, as perdas relacionadas às marcas e patentes em países como Alemanha, Brasil, China, Dubai, Índia e Japão são estimadas em aproximadamente 4,6 bilhões de dólares.

Muitas empresas recebem notificações de empresas mais novas requerendo a troca de sua marca, nome empresarial e até mesmo logotipo.

Isso acontece porque quando a empresa foi fundada, seus sócios e administradores deram valor ao registro de marca, e não hesitaram em solicitar o registo para os órgãos competentes.

Marca e valor de mercado

Como se já não fosse suficiente ressaltar que a marca é a sua identificação junto ao mercado e empresas do seu ecossistema, a marca ainda tem o seu valor.

Quando a marca é registrada no órgão competente, no caso o INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial), ela começa a ter valor econômico.

Em alguns casos, como Coca-Cola, Nike, Nestlé, Apple, dentre outras grandes marcas, a marca tem muito mais valor do que a própria empresa. Por isso, quando uma marca é registrada, o valor da sua empresa só tende a aumentar e o investimento para o registro é infinitamente menor do que os problemas ocasionados por uma marca sem registro e, portanto, sem dono.

Não adie o registro da marca

É muito comum em nossa rotina que um novo cliente nos procure querendo saber se uma determinada marca que ele usa (ou pretende usar) está livre para registo ou se já está registrada.

Obviamente, ocorrem casos em que as marcas já estão registradas. Neste caso, não há muito o que possa ser feito sobre isso, a não ser pensar em uma nova marca.

Por outro lado, existem muitos casos em que uma marca está livre para registro e é justamente quando isso acontece que as empresas simplesmente se acomodam. Eles creem que, porque a marca está livre, eles terão todo o tempo do mundo para registrá-la e todo tempo para pensar na melhor maneira de fazer isso, o que não é verdade.

Muitos são os casos em que uma empresa descobre que uma marca é viável, começa a utilizá-la sem dar continuidade ao registro e, quando menos se espera, alguma empresa registra sua marca antes.

Portanto, se a sua empresa descobriu que há viabilidade em uma determinada marca, não adie o seu registro. Fica muito mais caro mudar a sua marca do que registrá-la. Fora os prejuízos que não podem ser mensurados junto a clientes e parceiros de negócios. Estes que podem simplesmente acreditar que a sua empresa foi vendida e, talvez deixem de fazer negócios com você.

Registro de marca como diferencial competitivo

diferencial competitivoMuitas empresas apelam para o registro de suas marcas apenas para protegê-la. Essa é uma atitude importante, mas não é só por esse motivo que uma marca deve ser registrada. Além de funcionar como uma proteção para a marca, (marca registrada, é marca protegida), depois do registro ela passa a ter valor.

Podemos ainda lembrar que a marca é um patrimônio de sua empresa. Como tal, pode ser locada, cedida, emprestada, vendida ou dada como garantia bancária. E ainda, pode ser utilizada como formadora do capital social de uma empresa.

Motivos para registrar sua marca

Se você chegou até aqui sem saber os motivos por que deveria registrar sua marca, vamos resumi-los:

Proteção: a marca registrada é protegida e não pode ser copiada. E ainda, não pode ser utilizada por qualquer pessoa ou empresa sem a devida autorização.

Valor de mercado: sua marca, depois de registrada, passa a ter valor de mercado. E esse valor pode ser superior à sua empresa.

Bens de uma empresa: ao registrar a sua marca, ela se torna um bem móvel da sua empresa.

Credibilidade: uma marca registrada tem liberdade para ser divulgada e, assim, gerar credibilidade no mercado e para seus clientes.

Conclusão

Não há muito o que acrescentar nesta parte, mas muito a se enfatizar. Se você possui uma marca é fundamental que a registre com certa urgência, para não ter os problemas mencionados acima.

Ao registrá-la não se lida apenas com a proteção, mas com o valor agregado a ela após o registro.

Não espere mais, com ajuda especializada concretize o registro da sua marca!

Se restou alguma dúvida, escreva nos comentários ou entre em contato que vamos lhe ajudar no registro da sua marca!

Compartilhe:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email