Blog

Abrir empresa

6 Cuidados que o empreendedor deve ter ao abrir uma empresa

Você está determinado a tirar aquela sua ideia de negócio do papel, não é mesmo? Temos a certeza de que empreender é um desafio recompensador! Porém, para fazer a diferença no mercado e dar passos certeiros rumo a um futuro promissor é essencial tomar alguns cuidados.

Além de contar com o auxílio de bons profissionais, é necessário ter o conhecimento de quais ações são fundamentais para a regularização do seu negócio. Para ajudar na hora de abrir uma empresa e não ter problemas no futuro, confira neste blog post as dicas que preparamos para você!

  1. Pesquise o mercado

Independentemente do setor que você pretenda abrir uma empresa, é necessário conhecer muito bem o seu mercado. Para isso, avalie quem são seus potenciais clientes, quais os perfis que você gostaria de atrair para a sua empresa e se existe uma demanda real para os seus produtos e serviços.

Avalie também quem são seus concorrentes diretos e indiretos, como eles se comportam e o que seu negócio poderá oferecer como diferencial. Faça pesquisas, converse com potenciais clientes e troque ideias com outros empreendedores. Isso pode te auxiliar a chegar ao mercado muito mais preparado e com vantagens diante de seus concorrentes.

  1. Conte com uma consultoria jurídica

Antes mesmo de abrir uma empresa, registrando o contrato social na Junta Comercial e obtendo o CNPJ junto à Receita Federal, o empreendedor precisa escolher qual será a estrutura legal mais adequada para o seu negócio.

Existem diferentes tipos de empresas previstas na legislação. A escolha de cada modelo interfere diretamente no regime de recolhimento de tributos e na responsabilização dos sócios perante o negócio. Escolher o tipo certo de empresa também pode ser um diferencial para empreendedores que buscam um investidor no futuro.

Para fazer a escolha certa, o ideal é contratar uma consultoria jurídica que lhe ofereça uma boa orientação. Isso antes mesmo de realizar ações para formalizar o seu negócio. Além de ser o profissional responsável pela redação do contrato social, o advogado pode lhe dar boas dicas e recomendações. Estas que podem auxiliar você na escolha do melhor tipo de empresa, de acordo com as suas necessidades.

  1. Busque um bom contador

O contador é o profissional responsável por organizar e avaliar todos os documentos necessários para abrir uma empresa. Ele também pode recomendar qual o melhor regime tributário a ser adotado, além de dar dicas que facilitem a organização e o dia a dia do seu financeiro.

Ter um bom contador é fundamental para dar mais agilidade ao processo de abertura, além de preservar a sua empresa contra eventuais problemas com o Fisco.

  1. Tenha um planejamento financeiro

No início todo negócio possui gastos e despesas que, em geral, não são cobertos pelo caixa. Vai levar um tempo até que a sua empresa se consolide e passe a ter uma boa quantidade de clientes. Até lá, é interessante contar com um bom capital de giro e um planejamento financeiro estratégico.

Lembre-se: o sucesso de muitos negócios está diretamente ligado ao planejamento financeiro da empresa. Por isso, se for abrir uma empresa, desde o início registre todas as despesas e receitas. Além disso, não apenas evite misturar as contas pessoais com as do negócio, como também analise seu caixa periodicamente para evitar sustos ou prejuízos adiante.

  1. Invista em marketing

Foi-se o tempo em que investir em marketing era uma necessidade apenas das grandes empresas. Hoje, com a internet, qualquer negócio pode ter um site ou promover ações nas redes sociais como forma de divulgação. É possível até encontrar empresas especializadas em marketing para pequenos e médios negócios.

Esse investimento é essencial para atrair clientes e divulgar seu produto ou serviço. Sem estratégias e boas ações de marketing, dificilmente seu negócio terá competitividade e reconhecimento no mercado.

  1. Registre sua marca

Outro processo que não deve passar despercebido por quem quer abrir uma empresa é o registro da marca. Ao contrário do que muitos acreditam, a obtenção do CNPJ não garante qualquer proteção ao uso do nome. É necessário promover o registro junto ao INPI. Somente o certificado de registro garante que ninguém mais poderá utilizar a sua marca, de forma a confundir seus clientes.

A marca é um ativo para toda a empresa e a falta de registro pode acarretar em prejuízos futuros, como já explicamos aqui.

Agora você já sabe quais cuidados deve tomar para abrir uma empresa. Não deixe de procurar profissionais e parceiros da sua confiança que possam ajudá-lo nessa jornada pelo empreendedorismo!

Você já deixou de tomar alguns desses cuidados na hora de abrir uma empresa? Tem dúvidas sobre como registrar a sua marca? Deixe seus comentários abaixo!

E se quiser saber mais sobre registro de marca, confira o e-book exclusivo que elaboramos. Ele responde principais dúvidas sobre o processo de registro! Faça o download gratuito AGORA! ⤵️

Ou agende uma Consultoria Grátis com nossa equipe de especialistas. Basta clicar no botão abaixo:

Compartilhe:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Preencha seus dados e clique no botão abaixo para conversar no WhatsApp:​